close

Grana

15 dicas práticas e infalíveis para economizar dinheiro

março de 2018


timer
Tempo aproximado
de leitura:
10 min



Juntar dinheiro, seja para a realização de um sonho ou mesmo para ficar com as contas no azul no final do mês, é um desafio para muitas pessoas. Porém, manter uma vida financeira saudável é possível para todos, mas, para isso, é imprescindível saber como economizar dinheiro.

Muitas vezes, os gastos são imperceptíveis e podem estar em pequenos detalhes, embora, em outras ocasiões, grandes despesas sejam as responsáveis pelo problema. De qualquer forma, ambos podem produzir os mesmos efeitos: fim do salário antes do final do mês, uso do limite do cheque especial e do crédito rotativo do cartão de crédito, endividamento e nome sujo.

Para ajudar a pagar as dívidas, economizar ou mesmo apressar um objetivo que vem sido acalentado há tempos, veja, a seguir, 15 dicas úteis sobre como economizar dinheiro.

15 dicas práticas e infalíveis para economizar dinheiro

O passo mais difícil dessa jornada é começar, porque é comum não saber como agir, principalmente, quando os gastos estão totalmente descontrolados. A primeira dica será exatamente sobre isso, pois, antes de mais nada, é preciso ter um norte para conquistar metas maiores.

1 – Anote todos os gastos

Mesmo despesas mínimas, como um cafezinho, devem ser registradas. Dessa forma, você consegue visualizar exatamente para onde vai o seu dinheiro.

A palavra anotar não significa exatamente escrever à mão. Existem vários recursos que você pode usar para cadastrar cada gasto, inclusive com a ajuda do smartphone ou tablete, com inúmeros aplicativos que prometem facilitar o controle das despesas.

Para ajudar nessa organização financeira, é possível usar até mesmo uma planilha de Excel. Atualmente, há aquelas que ficam armazenadas na nuvem e podem ser editadas a partir de dispositivos móveis.

Você terá uma ideia do perfil de seus gastos, aproximadamente, um mês após começar a anotar tudo. Dessa maneira, poderá verificar o grau de importância de cada um deles.

Registrar todos os gastos faz com que você tenha mais consciência de como tem usado o seu dinheiro.

O trio papel, caneta e calculadora também pode ser utilizado. O mais importante, nessa etapa, é usar um mecanismo com o qual você se sinta familiarizado e que o incentive a ir para as dicas seguintes.

2 – Classifique as despesas

Cada tipo de despesa deve ter uma porcentagem definida na renda total.

Essa dica de como economizar dinheiro é mais efetiva após colocar em prática a primeira delas. Estabeleça um teto para as despesas fundamentais, que são aquelas que não podem deixar de ser cumpridas. Depois, você irá determinar valores para outros tipos de gastos.

Por exemplo: metade da sua renda pode ser aplicada para o que realmente for essencial. Estão nessa categoria gastos com alimentação, moradia e transporte. Contas de água, luz e telefonia também podem ser incluídas nessa porcentagem.

Uma taxa de 30 a 35% pode ser destinada ao lazer de uma forma geral, como academia, compras, salão de beleza, passeios e afins.

Os 15% a 20% restantes podem ir para a poupança ou para um fundo para quitar dívidas.

É bom lembrar que esses números, principalmente os relacionados aos gastos menos fundamentais, podem variar. Se você tem um objetivo muito importante, a dica é aumentar a quantia destinada à poupança e diminuir os gastos com lazer, por exemplo.

Mas, não se esqueça: nenhuma categoria pode ser zerada. Saiba que quem está por dentro de como economizar dinheiro já aprendeu que precisa de momentos de lazer, e abrir mão deles pode colocar tudo a perder. Então, a sugestão é que diminua os valores, mas nunca zere nenhuma categoria.

3 – Pague as contas assim que receber

Ao pagar todas as contas juntas, você poderá ver o que sobra e decidir o que fazer com esse dinheiro.

Há duas alternativas para você seguir essa dica e economizar dinheiro: pagar algumas contas antecipadas ou mudar a data de vencimento delas para logo depois do recebimento do salário. O importante, porém, é quitar tudo no mesmo dia, com dinheiro na mão.

Dessa forma, você consegue saber o que sobra, e, assim, fazer um planejamento consciente para essa verba.

Lembre-se que, como uma pessoa que sabe economizar dinheiro, você não deve, de jeito nenhum, pagar nada com atraso.

4 – Aumente a sua renda

Um hobby pode se transformar em uma boa fonte de renda.

Se o que sobra no final do mês é pouco e não dá para os gastos e nem para poupar, uma boa saída é ter mais uma renda.

Aproveite o período livre e busque algo que você possa fazer para conquistar um dinheiro extra. Pode ser um hobby, uma atividade freelancer, venda de produtos ou quaisquer outras ocupações.

Ao aprender a economizar dinheiro, com o passar do tempo, a renda extra poderá servir não só para ajudar nas despesas, mas para realizar sonhos.

5 – Tenha cuidado com a renda variável

Profissionais liberais e autônomos, bem como empreendedores, não têm uma renda fixa mensal, o que pode dificultar um pouco a tarefa de economizar dinheiro. Essa dica visa simplificar essa questão.

Obtenha uma média de renda dos últimos 12 meses. Se, no seu caso, exerce a atividade há menos tempo, trace um histórico desses meses. Com a média em mãos, você pode estabelecer um valor fixo para poupar e ainda dar o mesmo destino ao valor excedente.

Se souberem se organizar bem, profissionais autônomos podem se aproveitar dessa condição e economizar ainda mais dinheiro.

Por exemplo: suponha que o seu rendimento médio seja de R$3.000,00 reais e que, neste mês, você faturou R$3.800,00. Dessa forma, o valor ultrapassa esse parâmetro em R$800,00, que podem ser poupados.

6 – Prefira fazer compras à vista e com dinheiro

Dê uma folga aos seus cartões, principalmente os de crédito. Com o limite de compras, a impressão que se tem é que o dinheiro estica e o poder de compra é maior, o que não deixa de ser verdade. Mas, a fatura chega e pode causar surpresas desagradáveis.

Comprar à vista é uma boa alternativa para aliviar as finanças.

Para economizar dinheiro de fato, quando sair às compras, saiba o que irá comprar e leve consigo apenas dinheiro. A dica é deixar os cartões em casa. Assim, você terá um teto para gastar, e essa preocupação se acentua durante as compras.

Com um valor de gasto já estabelecido, você dificilmente irá ultrapassá-lo, e, se isso acontecer, é bem improvável que seja de forma exagerada.

7 – Tenha consciência do significado das compras

Cada compra deve ter um significado especial, sem pretextos.

Momentos tristes ou mesmo períodos de descanso depois de muito trabalho podem ser coroados com compras, no entanto, essa não é uma boa maneira de economizar dinheiro.  Você corre mais risco de comprar algo que não precisa de fato ou que nem queira, apenas por uma questão emocional.

Logo, as compras devem ser definidas em seu significado mais básico: adquirir algo que é de necessidade e/ou será útil de alguma maneira. Jamais um momento como esse deve servir de consolo ou comemoração.

Uma dica para seguir firme é pensar em um objetivo financeiro muito grande e importante que você tenha. Assim, é bem mais difícil gastar com o que não precisa.

8 – Aproveite os programas de recompensa do cartão de crédito

Atenção: a dica 6 fala em dar férias ao cartão de crédito, mas você não precisa deixar de usá-lo definitivamente: ele pode ser seu aliado.

Os programas de recompensa oferecidos pelas administradoras, como milhas, podem fazer você economizar um bom dinheiro. O resgate de pontos pode dar descontos em produtos ou passagens aéreas. Assim, se seu grande objetivo, no momento for uma viagem, essas iniciativas até ajudam nessa realização.

O cartão de crédito oferece programas de vantagens bem convidativos, desde que você saiba como usá-lo.

Não se esqueça: jamais entre no crédito rotativo do cartão de crédito. Pague o valor total de sua fatura em dia.

9 – Use cupons de desconto

Os cupons de desconto oferecem condições interessantes para quem quer economizar dinheiro. Na imagem, um exemplo de cupom de desconto (sem validade atual).

Diversos estabelecimentos, como restaurantes, lojas dos mais diversos segmentos e serviços, oferecem cupons para fidelizar seus consumidores. Aproveite essas vantagens.

Os descontos podem ser distribuídos em papel ou obtidos por meio de sites e aplicativos.

Com esse tipo de benefício, você consegue economizar dinheiro todos os meses.

10 – Dê a devida importância aos gastos menores

Um lanche, um cafezinho, um pacote de balas. O dinheiro gasto nesses itens parece ser insignificante perto de sua renda, mas, na verdade, pode representar uma fatia enorme nas despesas gerais do mês.

Portanto, alguns reais que são gastos todos os dias devem ser considerados.

No item 1, foi mencionada a importância de se anotar todas as saídas. Fique atento, pois, absolutamente, tudo deve ser considerado e anotado. Dessa forma, você vai pensar duas vezes antes de colocar a mão no bolso e, assim, economiza bastante dinheiro.

O famoso cafezinho, se for consumido constantemente, pode pesar nas despesas.

Entenda que cada centavo tem sua importância na renda mensal, e o mesmo se aplica a qualquer quantia gasta.

11 – Seja adepto do Do It Yourself

Pintar a própria casa é uma ótima maneira de ter um dinheiro a mais.

Já viu em algum lugar a sigla DIY? Ela significa do it yourself, ou, em português, faça você mesmo. Trata-se de fazer algumas tarefas que, normalmente, as pessoas contratam terceiros para realizá-las. É um termo muito usado quando se fala de decoração, marcenaria e jardinagem, por exemplo.

Mas, esse conceito também pode ser estendido para outras áreas, como, por exemplo, a faxina de sua casa ou mudança de visual dos ambientes. Será que você precisa mesmo de alguém para fazer a limpeza todos os dias? E será que você mesmo não consegue mudar o visual dos espaços, com uma pintura?

Além de economizar dinheiro com essas atividades, você ainda pode unir mais a família e todo mundo queimar calorias.

12 – Planeje as compras

Cada compra deve ser planejada, mesmo as de menor valor.

Roupas, calçados, móveis, a reforma da casa, enfim, praticamente todas as compras devem ser devidamente planejadas. Dessa maneira, é bem mais difícil extrapolar os gastos e deixar de seguir suas metas.

Ao comprar qualquer artigo, verifique os valores e estabeleça um teto. Desse modo, você consegue comprar o que quer e ainda economiza dinheiro.

Agora, vez ou outra pode aparecer alguma liquidação ou um item que você queira comprar e não esteja em seus planos financeiros. Para criar uma estratégia de combate aos impulsos, você pode até adquirir o produto, mas terá que poupar uma porcentagem de seu valor.Post

Um exemplo: ao adquirir um par de sapatos por R$100,00, tenha à disposição R$110,00, pois, o excedente irá para a aplicação. Com o tempo, e com o aprendizado, você conseguirá deixar de fazer muitas compras sem planejamento.

13 – Converse com a família sobre finanças

Cuidar das finanças pode ser um papel de toda a família.

Se você mora com outras pessoas, como cônjuge e filhos, não pode deixar que eles fiquem de fora da vida financeira de toda a família. Mesmo com crianças, esse é um tema que deve ser conversado.

Aliás, essa é uma excelente oportunidade para ensinar aos pequenos sobre a importância de se ter uma vida financeira saudável.

Envolver todos nesse assunto também pode ser útil para fazer planos em comum. Quando todos estão unidos em torno de um determinado objetivo, é bem mais fácil e rápido realizar o que foi planejado.

14 – Tenha atenção com os e-mails de ofertas

Quase todos os dias, as lojas online enchem a caixa de entrada com promoções consideradas imperdíveis. Se você não planeja comprar nada nesse momento, não abra as mensagens. Agora, se não consegue resistir à tentação, descadastre-se dessas listas de e-mail.

Os e-mails de ofertas podem ser bons ou ruins. Tudo depende da ocasião e do que realmente seja uma necessidade para você.

Entretanto, tenha em mente que esse é um recurso muito útil para quem planeja a compra de algo, porque é possível ter acesso a inúmeras promoções que, geralmente, não são encontradas em lojas físicas.

Lembre-se apenas de manter o foco no produto que precisa. Outras promoções significam gastos extras.

15 – Faça uma reserva de dinheiro

É fundamental juntar dinheiro para os momentos difíceis.

Qualquer aplicação é válida, já que é uma ajuda para economizar dinheiro. Estude as alternativas do mercado e escolha a que estiver mais relacionada com o seu perfil.

Atente-se para o fato de que antes de ter um objetivo em mente, é fundamental reservar uma verba para a necessidade de gastos urgentes ou mesmo para algum momento no qual você esteja mais vulnerável financeiramente.

Você acabou de ler 15 maneiras diferentes de como economizar dinheiro. Leia mais dicas nos outros artigos e fique de olho nas atualizações do site.

Aproveite para compartilhar o que tem feito para economizar seu dinheiro. Deixe seu comentário abaixo.



Leia mais

Grana
timer 4 min

Empréstimo consignado: vantagens e desvantagens

agosto de 2017
Grana
timer 7 min

O que é leasing de carros? Qual a melhor escolha: CDC ou leasing?

janeiro de 2018
Grana
timer 4 min

Entenda como funciona, na prática, o limite do cartão de crédito

março de 2018