close

Grana

Compras na pandemia: cuidados para não gastar demais

setembro de 2020


create
Escrito por: Lai Santiago

timer
Tempo aproximado
de leitura:
3 min



O isolamento social imposto pelo novo coronavírus mostrou que o modo de consumir mudou não só no Brasil, mas em todo o mundo. Muitas das empresas que estavam engatinhando no e-commerce precisaram se virar nos 30 para atender a uma nova demanda e um novo jeito de comprar do brasileiro.

As compras pela internet subiram mais de 30% desde o início da pandemia, mas como será que vai ficar o bolso do consumidor nos próximos meses, na hora que chegar a fatura?

Explosão nas compras: demanda reprimida ou impulsividade?

Embora muitas pessoas tenham sentido na pele os desdobramentos econômicos dessa crise, a tendência observada pelos economistas comportamentais é de que haja uma alta repentina e temporária do consumo da população.

É isso o que está acontecendo no Brasil e em outros países que já retomaram suas atividades. São filas e mais filas em shoppings e produtos esgotando rapidamente.

A explicação para esse tipo de comportamento está não só na demanda reprimida durante os meses em que o comércio não essencial esteve fechado, mas também nos sentimentos dos consumidores, que se sentiram privados no período.

A frustração desencadeada pelo isolamento pode fazer você tentar compensar nas compras, como maneira de relaxamento e alívio de tensões.

O problema está quando a impulsividade sai de controle e, somada ao excesso de publicidade na internet, faz você enfrentar problemas financeiros maiores.

Cuidado com o “FOMO” na retomada

Sabe aquela sensação de que você está perdendo algo? De que você deveria aproveitar o isolamento ao máximo e colher muitos frutos dessa experiência?

Esse tipo de pressão, que pode inclusive desenvolver uma síndrome chamada de FOMO (fear of missing out, ou medo de perder algo, em tradução livre), leva boa parte da população a consumir na reabertura sem pensar nas consequências.

Por todas essas questões, é importante que você tenha uma vigilância ainda maior com as decisões financeiras que você tomar nessa fase de retomada.

Mas isso vai ser fácil se você seguir as dicas abaixo:

Utilize o navegador da internet no modo anônimo

Isso impede que as empresas capturem informações sobre seus interesses e divulguem propagandas voltadas para o seu perfil nos sites e redes sociais

Apague os aplicativos de compras do seu celular

Da mesma forma que no computador, o simples ato de pesquisar por um objeto alimenta a base de dados das agências de marketing para que sejam oferecidos produtos cada vez mais pensados em seus interesses.

Descadastre os e-mails de lojas e promoções

Você provavelmente vai receber uma enxurrada de informações, cupons e outros estímulos para comprar. Portanto, repita o mantra: “o desconto é maior quando eu não compro nada!”

Planeje sua nova rotina na retomada

Primeiro de tudo, é importante lembrar que a pandemia ainda não acabou. Por isso, se precisar sair, continue tomando todos os cuidados necessários para proteger não apenas o seu bolso, mas também a sua saúde e a da sua família.

Se você tem filhos, verifique se o seu retorno ao trabalho coincide com a volta presencial às aulas e se você vai precisar de alguém para cuidar deles enquanto você não estiver em casa.

Os gastos com transporte podem subir bastante, então planeje com antecedência como ficarão os deslocamentos da sua família.

Vai voltar a passar o dia fora? Já pense em como ficará a sua alimentação, se você terá condições de levar uma marmita de casa para o trabalho, etc.. Caso você vá comer fora, estabeleça um teto diário para as refeições para não gastar mais do que o seu orçamento permite.

Se você não controla seus gastos e não sabe o que o seu orçamento permite ou não, confere esse post sobre organização financeira e veja por onde começar.

Nunca deixe o planejamento dos gastos para depois! Planeje a sua retomada e evite surpresas desagradáveis no seu orçamento nos próximos meses!

E se por acaso você se enrolar, fala com a gente! Pode ser que o melhor crédito do Brasil esteja disponível pra você. Confere no nosso site!



Leia mais

Grana
timer 4 min

Empréstimo com garantia imobiliária: esse crédito compensa?

outubro de 2017
Grana
timer 7 min

O que é e como calcular o rotativo do cartão de crédito?

janeiro de 2018
Grana
timer 8 min

O que é deflação e como isso afeta os investimentos?

março de 2018