Saiba o que é o valor patrimonial e como calculá-lo

By:

O que é o valor patrimonial?

O Valor Patrimonial é bastante utilizado por investidores para terem dimensão de projetos. Crédito: Muzambinho.com

O Valor Patrimonial é o resultado da divisão entre o patrimônio líquido — ou capital próprio — e o número de ações emitidas, ou seja, esse é o valor que efetivamente representa o patrimônio de alguém — seja pessoa física ou jurídica.

Na bolsa de valores, o valor patrimonial é bastante utilizado por analistas e investidores para terem uma base aproximada da dimensão de um projeto. Esse valor deve ser analisado com bastante precaução, pois existem algumas limitações e critérios de cálculo que foram adaptados à realidade contábil e econômica do Brasil.

Por isso, o valor patrimonial, também conhecido como VP, não deve ser analisado individualmente nem visto como fator determinante de uma compra ou venda de ativos, pois são raras as situações em que o valor da ação negociada na Bolsa de Valores é exatamente igual ao cálculo do VP.

O Valor Patrimonial ajuda a ter um panorama de quanto inflacionado ou deflacionado está o valor de uma ação negociada no mercado.

Como calcular?

A fórmula utilizada para obter o Valor Patrimonial é: VP = PL / Número de ações, sendo:

VP: Valor patrimonial e PL: Patrimônio líquido.

O Patrimônio líquido é a subtração entre o ativo total, que representa os bens e direitos, e o passivo total, que são os deveres e obrigações. Se os seus ativos forem menores que os seus passivos, isso indica que não existe a possibilidade de considerá-los como parte do seu patrimônio.

Para analisar o cálculo do valor patrimonial, o investidor deve estar ciente de três fatores essenciais:  a expectativa de resultados da empresa, pois as que possuem boa expectativa têm um valor patrimonial bem inferior ao valor de mercado.

Além disso, é importante observar e analisar as notas explicativas dos balanços da empresa para entender alguns dados de forma mais detalhada e avaliar o VP futuro baseado nas premissas anteriores e no valor atual da ação.

Uma dica para ajudar a saber se a ação está cara ou barata é dividir o valor de mercado de uma companhia listada na bolsa pelo valor patrimonial da sua empresa. Se o resultado for menor que 1, significa que os investidores estão bastante pessimistas em relação à ação. Já se o valor dessa divisão for superior a 1, o mercado acredita na viabilidade da empresa e precifica resultados positivos.

É fundamental que o investidor olhe o VP como uma medida apenas aproximada do valor real da empresa, que, em muitos casos, pode ser bem diferente da realidade. Esse dado não deve ser analisado de forma isolada e sem uma análise mais aprofundada sobre os resultados da empresa vistos sob aspectos diferentes.

O bom investidor deve se atentar a todos os dados da empresa como um conjunto e não a apenas partes isoladas de um balanço.

Não confunda

Um bom investidor deve estar atento a todos os detalhes de uma empresa e analisa-los em conjunto. Crédito: Blog mind

Depois de entender o valor patrimonial, seu conceito e qual é a sua utilidade, é importante você saber sobre outros dois conceitos bastante utilizados pelos investidores e que não devem ser confundidos com o VP, eles são o Valor de Mercado e o Valor Justo.

Valor de mercado

O valor de mercado é o resultado das diferentes análises somadas aos pontos de vista de diversos investidores sobre a avaliação do patrimônio líquido de uma empresa em determinado momento.

Isso quer dizer que a ação pode estar cotada acima ou abaixo do Valor Patrimonial por Ação, conhecido como VPA, divulgado no último balanço e que, portanto, já é um evento passado, e o mercado pode estar precificando o futuro, nem sempre de forma correta.

Por isso, é comum que o mercado faça ajustes na cotação do papel, conforme a empresa for divulgando seus próximos resultados.

Valor justo

Esse valor é encontrado por meio de uma análise bastante completa dos fundamentos da empresa. Tal cálculo é bastante relevante, pois nem sempre o mercado está atribuindo um preço realmente justo para uma ação.

Se o investidor for capaz de encontrar esses erros de precificação, isso fará com que ele lucre ainda mais.

Para conseguir chegar ao valor justo, é necessário olhar para o futuro da empresa e entender quais são as condições que ela tem de se transformar ou continuar a ser uma empresa consistente, fator que proporcionará as ações mais valorizadas.

Resumindo o conteúdo, se você pretende investir, é preciso sempre estar atento a três conceitos: o valor patrimonial de uma empresa, ou seja, o quociente do seu valor líquido pelo número de ações; o valor de mercado, que nada mais é o do que a análise do mercado sobre o patrimônio líquido de uma empresa; e o valor justo, que é o valor verdadeiro de uma ação.

Esses três conceitos ajudarão a entender melhor como funciona uma empresa e permitirão que você invista de forma mais assertiva. Por isso, na hora de lidar com dinheiro, analise todos os detalhes em conjunto e não apenas partes pequenas separadamente.

Ficou faltando alguma coisa que você gostaria de saber sobre o tema? Fique à vontade para nos contar e escrever nos comentários caso tenha sobrado alguma dúvida sobre o assunto. Faremos de tudo para responder de forma clara o mais rápido possível.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *