close

Grana

A volta do QR Code e a moda dos descontos imperdíveis

abril de 2021


create
Escrito por: Redação

timer
Tempo aproximado
de leitura:
3 min



“Atenção! Preste muita atenção! Você deve apontar a câmera do seu celular para o canto da tela da TV. Abra o link imediatamente e ganhe 10% de desconto na primeira compra. Faça isso agora”.

Se leu com a voz do Big Fone na cabeça, o medo é real. O Big Boss não pediu para ninguém escanear o código que, discretamente, aparece quase todos os dias aos olhos de quem é viciado em reality show. Talvez fique para a próxima edição, quem sabe. 🤔

Mas não é só na casa mais vigiada do Brasil que o QR Code rouba a cena. O boom dele foi em 2011, quando ainda existia Orkut e enviar SMS era mais comum do que fazer selfie. Porém, de três anos pra cá, ele tem sido frequente na rotina das pessoas. Tanto que a aparição mais natural é em comercial e programas de televisão.

E se antes ele era usado para facilitar o caminho do consumidor para chegar até um site, agora é possível:

  • baixar apps
  • abrir vídeos e documentos
  • ganhar cupons imperdíveis
  • gerar um boleto
  • zerar taxas de cobrança
  • fazer pagamento ou transferência via Pix
  • interagir em redes sociais
  • assistir exposições
  • cortar cabelo (dá pra acreditar?)

O que é QR Code?

Visto como um quadrado com outros quadradinhos dentro, o QR Code nada mais é do que uma matriz de pixels. Esses pontos espalhados concentram informações para facilitar o caminho de acesso a um documento, site, foto, download, entre tantas opções. Na parte técnica, ele também é conhecido como código de barras 2D (bidimensional). Já no dia a dia, é mais um vício tecnológico.

Como surgiu o QR Code?

Quem vê essa febre do QR Code no Big Brother Brasil, em cartões de visita, propagandas, comunicados ou foco para converter em venda, nem desconfia que ele existe desde 1994. O projeto foi desenvolvido por Masahiro Hara, que na época trabalhava na Denso Wave pela Toyota. A ideia era facilitar o processo de controle de estoque e monitorar os veículos. Porém, a forma como conhecemos hoje só foi revista em 1999 e aprovada em 2000. De lá pra cá, não parou mais.

Marquei um Pix, um Pix, um Pix no seu coração

Desde 16 de novembro do ano passado, o Pix marca o coração de quem está cansado de pagar taxa ou pegar fila para fazer DOC e TED. Esta nova forma de pagamento sem custo funciona quando você cria uma chave de acesso pelo app do seu banco. Pode ser:

  • número do telefone
  • CPF ou CNPJ
  • e-mail
  • e até uma chave aleatória

Para pagar ou transferir o dinheiro é só usar QR Code; agência e conta; chave; ou copia e cola o número gerado. Mais rápido que um Pix é escanear o QR Code.

Esse tal de desconto imperdível é bom mesmo?

Na maior parte das vezes o desconto é válido quando é a sua primeira compra. Você baixa o app pelo QR Code, preenche os dados e finaliza tudo sem burocracia. Só tome cuidado com as letras miúdas. A palavra DESCONTO chama tanta atenção que, às vezes, passa despercebido o quanto é necessário gastar para ganhar a porcentagem anunciada. O golpe tá aí, só não vê quem não quer!

Mas devo me preocupar em apontar o celular para esse código?

Como qualquer um pode criar códigos, é importante ficar alerta antes de apontar a câmera do seu celular para qualquer quadradinho na tela. Se for um código malicioso (vírus), você pode passar seus dados pessoais a um criminoso sem nem saber. Por isso, não saia escaneando o que aparecer na sua frente com a desculpa de desconto imperdível. Abra bem os olhos, investigue, não acredite em tudo que vem pelo WhatsApp, leia a respeito e, na dúvida, pergunte.

Toda tecnologia é bem-vinda quando não deixamos de lado a parte humana do processo.

Quer ter um aliado seguro para uma vida financeira mais tranquila? Então, já sabe o que fazer:

Aponte a câmera do seu celular ao QR Code e conheça um app diferente.



Leia mais

Grana
timer 8 min

Cheque cruzado: o que é e como depositar um corretamente?

janeiro de 2018
Grana
timer 4 min

Como funciona o cadastro positivo e por que você deve ter um?

fevereiro de 2018
Grana
timer 4 min

O que significa correção monetária? Qual a diferença com os juros?

março de 2018